Alimentos que ajudam no combate ao estresse?

Mito ou verdade? Existem alimentos que ajudam no combate ao estresse?

O estresse não pode ser reduzido simplesmente pela ingestão de certos alimentos. No entanto, é verdade que a dieta pode estar relacionada ao estresse.

O estresse é uma condição bastante agressiva cuja frequência parece ter aumentado hoje. Além disso, pode ser a causa de vários problemas graves, muitos dos quais não associamos diretamente.

Entre estes encontramos problemas digestivos, insônia ou dores de cabeça. Então, como você pode ver, o estresse pode afetar não apenas a saúde mental, mas também a saúde física.

Portanto, é conveniente levá-lo com a devida seriedade e tratá-lo adequadamente.

Se sofremos de estresse crônico, é melhor ir a um especialista para recomendar o tratamento adequado.

Veja abaixo alimentos que podem ajudar no combate ao estresse.

Existem alimentos que ajudam no combate ao estresse?

Por si só, a comida não pode reduzir o estresse. No entanto, no caso de estar estressado, pode ser aconselhável consumir certos alimentos.

Assim, esses alimentos podem ser um complemento perfeito para qualquer tratamento. Eles também podem ser benéficos em casos específicos de estresse.

Veja abaixo alimentos que ajudam no combate ao estresse:

Peixe

Peixes gordurosos, em particular, são uma ótima opção porque são saudáveis ​​para o coração e seus ômega-3 podem ter uma interação com o humor.

Peixes gordurosos incluem atum, linguado, salmão, arenque, cavala, sardinha e truta do lago.

Tenha em mente que esses ácidos graxos estão intimamente ligados ao desenvolvimento do cérebro. Garantir sua ingestão reduz o risco de alterações de humor.

Aspargos

Outro alimento que tem efeito ansiolítico e pode ajudar em momentos de estresse são os aspargos.

Aspargos tem uma concentração significativa de fibra. Esta substância fermenta a nível intestinal, gerando assim o crescimento das bactérias que habitam o tubo.

Existe uma relação evidenciada entre a boa saúde da microbiota e o menor risco de sofrer alterações no humor.

Por esta razão é sempre aconselhável incluir vegetais na dieta diária. Eles também contêm fitonutrientes, elementos capazes de exercer um efeito anti-inflamatório, modulando a homeostase no ambiente interno.

Combate ao estresse: Chocolate preto

Nos últimos anos, várias investigações confirmaram que o chocolate pode trazer certos benefícios ao organismo.

Recomenda-se consumir chocolate amargo e em quantidades moderadas. E é que a pesquisa conseguiu confirmar que o chocolate amargo é capaz de reduzir os níveis de estresse.

Isso se deve à sua capacidade de intervir no metabolismo dos hormônios envolvidos no estresse.

Agora, é importante sempre escolher aquela variedade com alto teor de cacau.

Uma alta proporção de açúcar adicionado é frequentemente adicionada a esse alimento, o que afeta negativamente suas propriedades nutricionais. Isso é considerado prejudicial à saúde.

Pelo menos é recomendado consumir chocolate com 75% de cacau. A partir daqui o produto fica muito amargo e nem todos o toleram corretamente.

Especiarias culinárias para combate ao estresse

Especiarias culinárias também são capazes de intervir nos níveis de estresse. Isso se deve ao seu conteúdo de flavonóides, que exerce um efeito anti-inflamatório.

É bom ter em mente que quando a inflamação aumenta a função dos órgãos é prejudicada, causando assim alterações no humor.

Entre as melhores especiarias culinárias para introduzir na dieta regular, podemos citar a cúrcuma e o gengibre.

No entanto, o primeiro é melhor absorvido quando consumido com pimenta, então o curry é sempre uma opção satisfatória.

Tente incluir esses elementos em sua dieta regular, pois eles trazem muitos benefícios para o corpo.

Eles ajudam a reduzir o risco de desenvolver patologias crônicas e complexas.

Combate ao estresse

Melhore a dieta para evitar o estresse

Esses alimentos podem ajudar a combate ao estresse. No entanto, é importante manter uma dieta equilibrada.

Tenha em mente que esses alimentos não devem reduzir o estresse caso seu caso seja: estresse crônico, é melhor consultar um especialista.

Isso, além de recomendar uma boa dieta, também lhe dará um tratamento adequado.

A alimentação é um complemento, não um tratamento completo. É importante cuidar de outros hábitos de vida, como praticar exercícios físicos regularmente. O esporte pode se tornar um aliado.

Por fim, lembre-se de que as relações sociais também representam um ponto de virada quando se trata de falar sobre estresse e distúrbios emocionais.

Procure sempre estabelecer conexões saudáveis, alcançando assim um estado de espírito estável. Você pode achar útil praticar outras atividades relaxantes, como a meditação.

Saiba mais sobre combate ao estresse no vídeo abaixo.