Americana investiga caso suspeito de varíola dos macacos em motorista de aplicativo

A Secretaria de Saúde de Americana (SP) informou nesta sexta-feira (17) que registrou um caso suspeito de varíola dos macacos em um morador da cidade. O homem de 39 anos, que é motorista de aplicativo, apresenta febre, dor no corpo e dor de cabeça há três dias, e desde quinta (16) começaram aparecer lesões pelo corpo.

Diferentemente dos seis casos confirmados no Brasil, o paciente não tem histórico de viagem à Europa e nem de contato de outras pessoas com suspeita da doença.

Até o momento o país registra seis casos positivos do vírus monkeypox, sendo 4 no estado de São Paulo (dois na capital, um em Vinhedo e outro em Indaiatuba), um no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Americana, o paciente foi atendimento no Pronto Atendimento do Zanaga e transferido para um quarto de isolamento no Hospital Municipal.

“O caso clínico não exige internação, mas a medida é importante para garantir que o mesmo fique isolado até que sejam realizados todos os exames necessários. Ele será monitorado pela equipe médica do HM e pela Vigilância Epidemiológica, que reforça que várias doenças podem ser consideradas pelos sintomas apresentados e que todas serão testadas”, diz a nota.

A varíola dos macacos vai virar uma pandemia?

Um morador de Indaiatuba (SP) é o quarto caso confirmado da doença em São Paulo. O paciente de 28 anos que testou positivo para varíola dos macacos na quinta (16) teve contato com apenas uma pessoa no Brasil. Segundo a Secretaria de Saúde do município, o homem está assintomático e foi colocado em isolamento domiciliar.

O primeiro caso da doença no país foi confirmado no dia 9 de junho pelo Instituto Adolfo Lutz. O paciente, um homem de 41 anos que viajou à Espanha, segundo país com o maior número de casos da doença, foi colocado em isolamento no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital. Ele tem bom estado clínico.

O segundo paciente é um homem de 29 anos que viajou à Europa e está isolado em sua casa em Vinhedo, interior de São Paulo.

O terceiro caso no estado foi notificado na noite de terça (14): um homem que reside na capital paulista, de 31 anos, que está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas com bom quadro clínico.

Sintomas da varíola dos macacos

  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Dores musculares
  • Dor nas costas
  • Gânglios (linfonodos) inchados
  • Calafrios
  • Exaustão
  • Dentro de 1 a 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo.
  • As lesões passam por cinco estágios antes de cair, segundo o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. A doença geralmente dura de 2 a 4 semanas.

2 de 2
Fique atento aos sintomas da varíola doa macacos — Foto: Getty Images

Fique atento aos sintomas da varíola doa macacos — Foto: Getty Images

Conteúdo original publicado por g1.globo