De pepinos a laser: veja 4 formas de tratar as olheiras

O tratamento para olheiras pode ser feito com tratamentos estéticos, como carboxiterapia, peeling, ácido hialurônico, laser ou luz pulsada, sendo importante que o procedimento estético seja indicado pelo dermatologista ou esteticista de acordo com as características das olheiras.

Além dos tratamentos estéticos, é importante ter uma alimentação rica em vitamina E, beber pelo menos 2 litros de água por dia, dormir bem e aplicar cremes anti-olheiras, por exemplo, pois assim é possível garantir os efeitos do tratamento, manter a saúde da pele e prevenir o novo aparecimento das olheiras. Veja mais sobre como tirar olheiras.

As olheiras podem estar relacionadas à exposição excessiva ao sol, inchaço dos olhos, pele abaixo dos olhos muito fina e transparente e excesso de vascularização nessa região, além de também poder estar relacionada com o envelhecimento e fatores genéticos. Assim, é importante que as olheiras sejam avaliadas pelo dermatologista ou esteticista para que seja identificada a causa e, assim, seja possível iniciar o tratamento mais adeqiuado.

1. Carboxiterapia

A aplicação de pequenas injeções de CO2 diretamente nas olheiras melhora a circulação sanguínea da região, aumentando a produção de colágeno que rejuvenesce a pele, clareando a pele por baixo dos olhos. Essa técnica é ótima para combater as olheiras conferindo um olhar mais leve e jovem, mas são necessárias, pelo menos, 1 sessão por semana, durante 2-3 meses para completar o tratamento. Saiba como é feita a carboxiterapia para olheiras.

2. Laser

A luz do laser clareia as olheiras porque promove a contração da pele, eliminando a flacidez, mas além disso seu efeito promove uma remodelação da derme com novas fibras de colágeno e elastina mais compactos e organizados, que diminui as rugas e consequentemente as olheiras. Cada sessão dura cerca de 20 minutos e são necessárias, no mínimo, 3 sessões para alcançar resultados satisfatórios.

3. Luz pulsada

Nesse tipo de tratamento utiliza-se um feixe de luz que reduz os vasos sanguíneos responsáveis pelo escurecimento da região dos olhos. Deve ser feita a cada 15 dias, e os tipos de laser mais indicados são de rubi (694 nm), Nd:YAG (1064 nm), pulsado (585 nm), Nd:YAG poliderm (650 e 532 nm), high-energy pulsed CO2, e o de Alexandrite. Para proteção dos olhos é recomendado o uso de óculos próprios, assim como o uso de um protetor metálico em todas as sessões.

4. Injeção de ácido hialurônico

Um outro bom tratamento para olheiras profundas ou roxas com perda de volume na parte inferior dos olhos é o preenchimento da região com ácido hialurônico, pois ajuda a diminuir a profundidade das fossa lacrimais e as olheiras e a disfarçar as manchas. Esse tipo de tratamento pode ser realizado pelo dermatologista 1 vez por mês e tem ótimos resultados.

5. Peeling com ácidos

O peeling com ácidos pode ser feito pelo dermatologista ou fisioterapeuta e consiste em retirar a camada mais externa e média da pele, o que promove o crescimento de uma nova camada de pele, mais firme e mais clara. Esse tratamento remove a melanina da pele e os ácidos mais indicados são ácido tricloroacético, ácido salicílico, ácido glicólico, ácido lático, alfa hidroxiácidos, ácido retinoico e ácido mandélico.

Todos esses agentes são indicados para eliminar o melasma e promover o rejuvenescimento cutâneo. Pode-se realizar de 1 à 2 sessões por mês, de acordo com a necessidade.

6. Preenchimento com gordura ou plasma

Nas pessoas que apresentam olheiras profundas e arroxeadas também pode ser indicado o tratamento com preenchimento de gordura da própria pessoa. Esse tratamento só pode ser realizado pelo dermatologista, cerca de 1 vez por mês, e tem ótimos resultados. Além da própria gordura da pessoa, o dermatologista também pode aplicar uma outra substância chamada plasma rico em plaquetas

7. Cremes para olheiras

Os cremes para olheiras mais indicados são os que possuem ingredientes como ácido retinoico ou despigmentantes contendo hidroquinona ou ácido kójico, por exemplo.

Confira no vídeo a seguir mais detalhes sobre os tratamentos para eliminar as olheiras:

Conteúdo original publicado por Tua Saúde