Estado de SP começa a aplicar dose de reforço da vacina contra Covid em adolescentes na segunda-feira

O estado de São Paulo começará na segunda-feira (30) a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos. A medida segue a recomendação feita pelo Ministério da Saúde em nota técnica publicada na sexta-feira (27).

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, os municípios poderão utilizar Pfizer e Coronavac, conforme disponibilidade nas unidades de saúde. Estes são os dois imunizantes aprovados para este público pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Embora a nota técnica do governo federal priorize a vacina da Pfizer, a pasta estadual não faz essa distinção entre os dois fabricantes.

A dose de reforço pode ser aplicada após quatro meses do recebimento da segunda dose. A recomendação também vale para adolescentes gestantes e puérperas. No caso dos adolescentes imunocomprometidos, apenas a vacina da Pfizer deve ser utilizada.

Ainda de acordo com a secretaria, novos lotes de vacina serão disponibilizados no início da semana, conforme solicitação dos municípios e de acordo com o envio de mais imunizantes por parte do Ministério da Saúde.

O estado de São Paulo tem 3,3 milhões de adolescentes de 12 a 17 anos.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, o município possui estoque de 300 mil doses de CoronaVac e Pfizer somados para começar a vacinação na segunda-feira.

VÍDEOS: Veja mais sobre SP e Região Metropolitana

Conteúdo original publicado por g1.globo