Haloterapia: o que é, para que serve e como é feita

A haloterapia ou terapia do sal, como também é conhecida, é um tipo de terapia alternativa que pode ser usada para complementar o tratamento de algumas doenças respiratórias, a fim de reduzir os sintomas e aumentar a qualidade de vida.

A haloterapia pode ser também indicada, em alguns casos, como complemento do tratamento de problemas crônicos, como alergias e psoríase, por exemplo.

As sessões de haloterapia são feitas pela inalação do sal seco e muito fino, que está presente em câmaras ou salas artificiais, onde uma máquina chamada halogerador solta partículas microscópicas de sal, ou também em minas que se formaram naturalmente, e que o sal já está presente no ambiente.

Para que serve a haloterapia

A haloterapia ajuda a complementar o tratamento e a aliviar os sintomas das seguintes de doenças respiratórias:

  • Infecções respiratórias;
  • Bronquite crônica;
  • Rinite alérgica;
  • Sinusite;
  • Asma.

Outro benefício da haloterapia é a redução dos sinais de problemas crônicos, como resistência ao pólen, alergias e tosse relacionada ao cigarro.

Além disso, existem relatos de que a haloterapia pode auxiliar no tratamento de doenças de pele como acne e psoríase, e em alguns casos de depressão também. No entanto se trata apenas de relatos pessoais, sem comprovação científica, pois os estudos feitos não foram capazes de comprovar os efeitos benéficos para estas doenças.

Como é feita

As sessões de haloterapia são feitas em uma sala ou câmara em que as paredes, teto e chão são cobertos de sal. Neste ambiente contém um vaporizador de ar que libera partículas imperceptíveis de sal, e que serão inaladas pela pessoa, que pode escolher ficar na posição que se sente mais confortável seja, sentada, deitada ou de pé

Estas sessões são ser feitas em clínicas especializadas ou em spas, com a duração de 1 hora e pelo período de 10 a 25 dias consecutivos e repetidos de 2 a 3 vezes ao ano como forma de manutenção. Já para as crianças recomenda-se 6 sessões, que devem ser realizadas dia sim dia não, para depois avaliar os resultados.

Como a haloterapia atua no corpo

Ao entrar no sistema respiratório, o sal puxa água para as vias aéreas e isso torna o muco mais fino, facilitando que seja expelido ou que o corpo o absorva. E por isto a passagem do ar é facilitada, trazendo a sensação de alívio, nos casos de alergias por exemplo. Confira outras opções de tratamento natural para a alergia.

Além disto, devido à sua propriedade anti-inflamatória e antimicrobiana, diminui a inflamação das pequenas vias aéreas e atuar como regulador do sistema imunológico. Por isso, a haloterapia é indicada até mesmo para casos de asma e de bronquite crônica, mostrando-se muito eficaz.

Contraindicações da haloterapia

Esta terapia não está indicada para pessoas que possuam doença renal crônica, hipertensão ou doenças cardíacas. Além disso, mesmo que o interessado na haloterapia não apresente nenhuma das doenças contraindicadas, é recomendado que consulte o médico responsável pelo tratamento das doenças respiratórias, antes de decidir iniciar a haloterapia.

Conteúdo original publicado por Tua Saúde