Janssen: Ministério da Saúde libera doses de reforço para quem tomou imunizante de dose única

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (20) que os vacinados com a Janssen no esquema primário deverão procurar novas doses de reforço.

Até então, pessoas com mais de 18 anos que receberam o imunizante da Johnson & Johnson deveriam aguardar dois meses para receber o primeiro reforço. Já as pessoas com mais de 50 anos estavam liberadas para receberem a segunda dose de reforço quatro meses depois (veja foto acima).

Veja como ficou a nova orientação:

  • 18 a 39 anos: deverá receber um segundo reforço (terceira dose) quatro meses após o primeiro reforço
  • 40 anos ou mais: deverá receber um terceiro reforço (quarta dose) quatro meses após o segundo reforço

A recomendação do ministério é que sejam usadas as vacinas AstraZeneca, Pfizer ou Janssen.

Maiores de 40 anos já podem tomar quarta dose da vacina contra Covid-19

O governo também liberou a quarta dose (ou segunda dose de reforço) da vacina contra a Covid-19 para pessoas acima de 40 anos. Segundo Arnaldo Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde, esse novo grupo já pode procurar os postos de saúde para receber a dose.

A recomendação é que a imunização seja feita com as vacinas da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen, quatro meses após a aplicação do primeiro reforço.

Até agora, o ministério havia liberado essa dose apenas para pessoas com 50 anos ou mais, além de imunossuprimidos e trabalhadores da saúde.

Doses por grupo para qualquer uma das vacinas:

  • Maiores de 40 anos: quatro doses
  • 12 a 39 anos: três doses
  • 5 a 11 anos: duas doses

A pasta também apresentou um balanço sobre a vacinação no país. Segundo o ministério, pessoas não vacinadas tiveram risco de ter Covid-19 grave ou ir a óbito de 6 a 9 vezes maior do que pessoas vacinadas durante os primeiros meses de 2022.

Conteúdo original publicado por g1.globo