Melasma: o que é, como identificar, causas e tratamento

O melasma é uma condição caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele, principalmente no rosto, no entanto é possível também haver o aparecimento de manchas escuras em outras partes do corpo, como por exemplo braços ou pescoço.

O melasma é mais frequente em mulheres, principalmente durante a gravidez devido às alterações hormonais, sendo denominado cloasma. Além disso, as manchas escuras podem surgir devido ao uso de anticoncepcionais, predisposição genética e, principalmente, exposição frequente ou prolongada à luz ultravioleta ou visível, no caso de computadores e celulares, por exemplo.

O diagnóstico do melasma é feito pelo dermatologista a partir da observação das manchas e o tratamento pode ser feito com o uso de cremes que clareiam a pele, no entanto, as manchas podem não desaparecer por completo ou voltar a surgir caso não se use o protetor solar diariamente.

Como identificar

O melasma pode ser identificado através de algumas características, como:

  • Manchas escuras na pele, principalmente na testa, nariz e maçãs no rosto;
  • Manchas com formato irregular;
  • Manchas não coçam, doem ou ardem.

O aparecimento das manchas pode variar de acordo com a exposição aos fatores de risco, como o sol ou uso frequente de computador, por exemplo. Em alguns casos, pode ser notado o aparecimento das manchas do melasma em outras partes do corpo que ficam mais expostas à luz ultravioleta, como braços, pescoço e colo.

Para confirmar o melasma, é indicado consultar o dermatologista para que sejam feitos exames com o objetivo de avaliar as características das manchas e, assim, poder ser recomendado o tratamento mais adequado para clarear as manchas e prevenir o aparecimento de outras.

Qual a diferença entre cloasma e melasma?

Assim como o melasma, o cloasma é caracterizado pelo aparecimento de mancha escura na pele, principalmente no rosto, no entanto é uma situação exclusiva da gravidez, enquanto que o melasma pode surgir independentemente da gravidez, além de também poder surgir em homens. Conheça mais sobre o cloasma.

Possíveis causas

A causa do aparecimento do melasma ainda não é muito bem esclarecida, no entanto o aparecimento das manchas pode ser favorecido pela exposição à luz ultravioleta do sol ou à luz emitida no computador, tablets e smartphones, por exemplo. Além disso, algumas das possíveis causas do melasma são:

  • Uso de anticoncepcionais;
  • Gravidez;
  • Predisposição genética;
  • Alterações vasculares;

O desenvolvimento do melasma também pode estar relacionado com alterações hormonais, como mudança nos níveis de estrogênio nas mulheres e diminuição dos níveis de testosterona, no homem, o que é normal em função do avanço da idade.

Como é feito o tratamento

O tratamento para o melasma deve ser orientado pelo dermatologista de acordo com as características das manchas, local em que aparecem e frequência. Assim, o tratamento tem como objetivo clarear as manchas e diminuir a produção de melanina, que é um pigmento responsável por dar cor à pele.

Para isso, o médico pode indicar o uso de remédios em forma de cremes que devem ser aplicadas sobre as manchas para ajudar a clarear, ou recomendar a realização de procedimentos estéticos como peeling químico ou dermoabrasão, que também ajudam a clarear o melasma. Veja mais detalhes do tratamento do melasma.

É importante também que a pessoa tenha uma alimentação rica em alimentos fonte de vitamina C, E e selênio, como tomate, espinafre, beterraba, laranja e castanha do pará, pois auxiliam na regeneração da pele. Além disso, é fundamental beber pelo menos 2 litros de água por dia, para manter a pele hidratada, e passar protetor solar diariamente. Confira no vídeo a seguir algumas dicas para remover vários tipos de manchas escuras:

Conteúdo original publicado por Tua Saúde