Pneumologista: o que é, que doenças trata e quando consultar

O pneumologista é o médico especializado no diagnóstico e tratamento de doenças e alterações relacionadas com o sistema respiratório, como é o caso de pneumonia, bronquite, tuberculose, fibrose cística e asma, por exemplo.

Na consulta com o pneumologista, o médico pode realizar a ausculta dos pulmões e do coração, para verificar a presença de ruídos, além de indicar a realização de exames de imagem, como raio-X do tórax, além de exames laboratoriais e outros exames de acordo com os sinais e sintomas apresentados pela pessoa.

É importante que o pneumologista seja consultado quando a pessoa apresenta sintomas respiratórios muito intensos ou por um longo período, como dificuldade para respirar, respiração rápida, dor ao respirar, dor no peito, tosse seca ou com catarro e sensação de falta de ar, por exemplo.

Quando consultar o pneumologista

É recomendado consultar o pneumologista quando são observados sinais e sintomas que possam indicar alterações respiratórias, como por exemplo:

  • Tosse que não melhora após 3 semanas;
  • Tosse com sangue ou catarro;
  • Dor no peito ou sensação de pressão;
  • Tonturas, vertigem ou desmaio;
  • Dificuldade para respirar, principalmente durante o exercício;
  • Cansaço excessivo;
  • Chiado ao respirar;
  • Resfriado frequente.

Assim, é importante que o pneumologista seja consultado assim que forem notados os primeiros sinais e sintomas, principalmente se a pessoa fumar com frequência, para que sejam feitos exames, seja identificada a causa dos sintomas e, assim, seja possível iniciar o tratamento mais adequada.

Como é a consulta

De forma geral, durante a consulta, o pneumologista avalia os sinais e sintomas apresentados pela pessoa, seus antecedentes médicos e familiares, além de ser realizada a ausculta dos pulmões e do coração com o objetivo de identificar a presença de algum ruído respiratório.

Além disso, para identificar a causa dos sintomas, o médico pode indicar a realização de alguns exames, como espirometria, oximetria, exames de sangue, radiografia de tórax, tomografia computadorizada, broncoscopia, ecografia e/ ou biópsia pleural, por exemplo.

Doenças tratadas pelo pneumologista

O pneumologista é o médico responsável por diagnosticar e tratar alterações que afetam o sistema respiratório, sendo os principais:

  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que acontece devido a uma inflamação ou obstrução crônica do revestimento dos brônquios ou bronquíolos, dificultando a troca de gases da respiração;
  • Doença pulmonar ocupacional, que é uma alteração respiratória causada pela inalação de toxinas devido ao trabalho realizado;
  • COVID-19, já que é uma situação em que pode haver comprometimento das funções respiratórias, sendo o tratamento também realizado em conjunto com o infectologista;
  • Asma, que é a inflamação crônica dos pulmões em que a pessoa tem dificuldade para respirar, falta de ar e sensação de pressão no peito;
  • Bronquite aguda, que é a inflamação dos brônquios, que são estruturas presentes nos pulmões, o que pode ser causada por uma gripe comum, resfriado ou outra infecção respiratória, durando aproximadamente 1 a 3 semanas;
  • Pneumonia, que é uma doença respiratória causada por vírus, bactéria ou fungos, que leva à inflamação dos pulmões, assim como acúmulo de líquido dentro dos alvéolos pulmonares;
  • Bronquiectasia, que é uma doença caracterizada pela dilatação dos brônquios e está normalmente associada a outras condições, como fibrose cística ou enfisema pulmonar, por exemplo;
  • Tuberculose, que é uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, que pode permanecer nos pulmões e levar ao aparecimento de sintomas respiratórios;
  • Hipertensão pulmonar, que corresponde ao aumento da pressão dos vasos sanguíneos que chegam aos pulmões, podendo ser causada por uma aumento da rigidez das artérias pulmonares ou por alguma obstrução causada por coágulos;
  • Fibrose cística, que é uma doença genética em que há aumento a produção e da espessura de secreções respiratórias, ficando acumuladas nos pulmões;
  • Doença pulmonar intersticial, que é um grupo de doenças que causam inflamação ou cicatrização dos pulmões, dificultando a obtenção de oxigênio;
  • Apneia do sono, que corresponde à parada momentânea da respiração durante o sono, resultando em roncos e descanso pouco relaxante.

Além disso, o pneumologista especializado em oncologia, também pode ser responsável pelo tratamento do câncer de pulmão ou realizar transplantes pulmonares.

Conteúdo original publicado por Tua Saúde